11º Conad Extraordinário do ANDES-SN começa neste sábado (27)


Devido à pandemia, o 11º Conad Extraordinário ocorre nos dias 27/3 e 03/04, em plataforma na internet

Começou, neste sábado (27), o 11º Conad Extraordinário do ANDES-SN. O encontro tem como tema central “Em defesa da vida, dos serviços públicos e da democracia e autonomia do ANDES-SN” e ocorre em formato virtual devido à pandemia da Covid-19.


Rivânia Moura, presidenta do ANDES-SN, conduziu a mesa de abertura do 11º Conad Extraordinário, com Regina Avila e Amauri Fragoso, secretária-geral e 1º tesoureiro do ANDES-SN, respectivamente. A plenária contou com a participação de 220 participantes, sendo 62 delegados e delegadas, 113 observadores e observadoras, 32 diretores e diretoras, e convidados/as. Representantes de 62 seções sindicais do ANDES-SN participam do evento.


Erico Correa, do Fórum Sindical, Popular e de Juventudes de Luta pelos Direitos e pelas Liberdades Democráticas, saudou os presentes e ressaltou a importância de se debater a temática do Conad. “Estamos vivendo um momento fúnebre e quase inacreditável no nosso país, temos atingido recordes de mortes e, ainda, temos a imprensa sofrendo restrições na cobertura da pandemia. Diante disso, precisamos avançar na construção da unidade acima de tudo, em defesa da democracia, da liberdade e da vida. Precisamos fortalecer o Sistema Único de Saúde (SUS) e o serviço público, participar de campanhas de solidariedade, lutar por um valor digno de auxílio emergencial. Enfim, é um desafio muito grande e, evidentemente, o ANDES-SN é carro chefe nessa luta nacionalmente. A nossa tarefa é pela vacinação imediata de todas e todos e pelo fora Bolsonaro”, disse.


Antonio Alves Neto, da coordenação da Fasubra, criticou a postura do governo federal de silenciar as e os docentes e universidades, descredibilizar a Ciência e destruir a universidade pública. “É fundamental que realizemos atividades como essa, para aprofundar o debate e construir teses possíveis de serem realizadas para enfrentar um governo genocida, racista, homofóbico e que tenta de toda forma negar a ciência no país. É fundamental que possamos continuar o processo de unidade que o ANDES-SN tem propiciado em conjunto com as demais entidades ligadas à Educação e ao Fonasefe. O nosso desafio é buscar mais do que nunca unidade desse segmento e construir políticas e projetos que possam dialogar entre nós e com a população e usuários dos serviços públicos. Estou convencido que para derrotar o Bolsonaro precisamos de todos os usuários e profissionais do serviço público”, afirmou.


Apresentação Cultural Antes da abertura da plenária na manhã deste sábado, houve a apresentação cultural da banda Coisa Luz, composta por mulheres, entre elas a docente Flavia Maiara, e estudantes da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), que tocaram duas músicas com temáticas sobre o feminismo, negritude e representatividade.


Publicações A edição 67 da revista Universidade e Sociedade foi exibida durante o 11º Conad Extraordinário do ANDES-SN. Com o tema “Pandemia da COVID-19: trabalho e saúde docente”, a publicação conta com seis artigos que contemplaram a temática sobre a realidade do ensino remoto no país e a saúde de professores e professoras, e outros quatro artigos que tratam da greve de trabalhadores de aplicativos, greve dos Correios e atos antifascistas no país. A edição também traz uma resenha de livro, charge e uma reportagem fotográfica dos 40 anos da história do ANDES-SN. A próxima edição será em homenagem aos 40 anos do Sindicato Nacional.


Para Luiz Henrique Blume, 3º secretário do ANDES-SN e da editoria executiva da Universidade e Sociedade, a edição apresentada marca os 30 anos de aniversário da revista U&S, que sempre foi reconhecida pela “regularidade e qualidade do conteúdo apresentado”.


Jennifer Santos, 3º tesoureira do ANDES-SN, que assume a editoria executiva da revista, reforçou aos presentes o convite para contribuírem para a edição especial nº 68, em homenagem as quatro décadas de luta e história do Sindicato Nacional. “As inscrições já estão abertas e até o dia 12 de abril estamos recebendo os artigos. Vamos fazer um esforço para contar a história do sindicato e valorizar a revista que é um instrumento de luta e de importância para a nossa formação política e fortalecimento da nossa luta”.


Neila de Souza, 1ª vice-presidenta da Regional Planalto, reforçou o apelo à participação docente através da submissão de artigos para a edição especial e frisou a importância de professoras e professores compartilharem essa inciativa.


Em seguida, foi divulgada aos participantes do 11º Conad Extraordinário, uma prévia do dossiê sobre a militarização do governo Bolsonaro e as intervenções nas instituições federais de ensino (IFE) públicas, que terá o seu lançamento oficial na próxima semana em uma live do ANDES-SN para debater o conteúdo do documento.

40 anos do ANDES-SN Durante o encontro, ainda foram compartilhadas as ações que estão sendo realizadas pela Comissão dos 40 anos do ANDES-SN para dar encaminhamento às deliberações congressuais, como a organização e edição do vídeo institucional dos 40 anos, caderno especial e a edição de 12 livros em parceria com a editora Expressão Popular. “A memória do ANDES-SN tem que se reivindicada através de várias ações e uma delas é um novo programa de entrevistas, que tem início no final do mês de abril, ‘ANDES-SN: Memória Viva’, com relatos das e dos professores, das e dos funcionários do sindicato, que compõe essa memória da entidade. Outra ação é a organização de uma exposição com fotografias e cartazes históricos, na sede do ANDES-SN, em Brasília, e também virtual, além da finalização do documentário ‘Narrativas Docentes: história de luta das mulheres no ANDES-SN e a realização de um documentário longa-metragem sobre a história do sindicato’”, contou Francieli Rebelatto, 2º secretária do ANDES-SN e participante da comissão dos 40 anos do sindicato.


Moção As delegadas e os delegados aprovaram a moção em defesa da professora Erika Suruagy, vice-presidenta da Associação dos Docentes da Universidade Federal Rural do Pernambuco (Aduferpe - Seção Sindical do ANDES-SN), que foi intimada a depor na Polícia Federal em inquérito criminal acerca de um outdoor patrocinado pela entidade sindical. A ação policial é desdobramento de uma denúncia em relação ao outdoor realizado pela Aduferpe SSind. com foto de Jair Bolsonaro e os dizeres “O senhor da morte chefiando o país / No Brasil, mais de 120 mil mortes por COVID19 / #FORABOLSONARO”. “Esse não um ataque a minha pessoa, mas contra o sindicato como um todo, contra as liberdades democráticas e contra qualquer pessoa que se ouse colocar contrária a posição desse governo, que segue uma escalada genocida. E nós não iremos nos calar”, disse Erika Suruagy.


Vítimas da Covid-19 Um vídeo realizado pelo ANDES-SN foi exibido aos presentes e homenageou os mais de 307 mil brasileiros e brasileiras que morreram de Covid-19 neste último ano. Em especial, aos docentes que tiveram seus projetos e vidas interrompidas de forma abrupta.


De acordo com a presidenta do ANDES-SN, o 11º Conad Extraordinário ocorre durante a maior crise sanitária já enfrentada pela humanidade, com o registro de 3,6 mil mortes decorrentes do novo coronavírus nas últimas 24 horas. “Estamos convivendo há mais de um ano com medo da morte, perda de parentes, amigos e amigas, companheiros e companheiras de luta, colegas de trabalho, precisamos reinventar a nossa forma de afeto e socialização, de trabalho e militância. O 11º Conad poderia estar acontecendo de forma presencial se tivéssemos no Brasil um plano efetivo de combate à Covid-19 desde o início. É a realidade concreta e não a ideal que determina a nossa condição de fazer história e de luta. Deste modo, o ANDES-SN tem desenvolvido muitas ações com faixas, outdoor, carros de som, atos simbólicos e performáticos, estamos nas redes, em lives, plenárias e muitas ações que estão sendo construídas com diversas entidades. São fundamentais as ações de solidariedade em conjunto com as associações de bairros e favelas, para garantir alimentos e sobrevivência, solidariedade de classe, e construir um grande movimento de derrotar Jair Bolsonaro”, conclamou Rivânia Moura.


Após a abertura, foi realizada a plenária de instalação, com aprovação do regimento, do cronograma e da pauta do 11º Conad Extraordinário do ANDES-SN. No período vespertino, as e os docentes debatem ainda conjuntura na plenária no Tema I e a realização do próximo Congresso do ANDES-SN na plenária do Tema II.


Devido ao desgaste físico e emocional, decorrentes de um ano de pandemia, as deliberações referentes ao Plano de Lutas dos Setores com o Tema III e a plenária de encerramento serão realizadas no dia 3 de abril.


Fonte: ANDES-SN


Horário de funcionamento:
De segunda a sexta, das 9h às 17h.


Telefone: (31) 3551-5247
E-mail: secretaria@adufop.org.br

comunicacao@adufop.org.br

Endereço: R. Antônio José Ramos, 65 - Bauxita, Ouro Preto - MG, 35400-000, Brasil

  • Preto Ícone YouTube

Desenvolvido pela Assessoria de Comunicação ADUFOP | 2018