11 de agosto é Dia Nacional de Mobilização Em defesa da democracia e pelo Fora Bolsonaro


Na próxima quinta-feira (11) o ANDES-SN - em unidade com entidades sindicais, movimentos estudantis, sociais e populares -, estará nas ruas de todo o país no Dia Nacional de Mobilização Fora Bolsonaro: em defesa da democracia e por eleições livres, direitos sociais, contra a violência, o desemprego e a fome. Nesta data também se comemora o Dia do Estudante e as entidades estudantis já confirmaram a presença em peso nas manifestações de diversas capitais brasileiras entre as quais Manaus (AM), Belém (PA), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Recife (PE), São Luís (MA), Natal (RN), João Pessoa (PB), Brasília (DF), Goiânia (GO), Campo Grande (MS), São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR).


O presidente da República Jair Bolsonaro (PL) tem feito investidas contra as eleições e a democracia brasileira. Em evento realizado no último mês, com a presença de embaixadoras e embaixadores de países residentes no Brasil, Bolsonaro questionou a segurança do processo eleitoral, criticou as decisões do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e falou sobre possíveis fraudes ao sistema eletrônico de votação. Ele não apresentou provas sobre as declarações contra as urnas.


Além das ameaças à democracia, Bolsonaro segue promovendo cortes nos recursos da Educação, os quais devem inviabilizar o funcionamento de diversas Instituições Federais de Ensino a partir de setembro, aprovando medidas que atacam profundamente os direitos sociais e democráticos e desmontam os serviços públicos. O governo federal também vem adotando, com aval de sua base no Congresso Nacional, políticas que aprofundam a crise econômica e social e precarizam sobremaneira as condições de vida das trabalhadoras e dos trabalhadores.


Segundo Rivânia Moura, presidenta do ANDES-SN, a derrota de Jair Bolsonaro é um compromisso de luta do Sindicato Nacional, que, desde o ano passado, tem participado das mobilizações pelo Fora Bolsonaro. “É importante aliar a luta das ruas com as urnas para dizer que terá eleição e que o resultado será respeitado, porque nós, o povo unido desse país, iremos garantir a democracia, as eleições e a derrota do Bolsonaro e do bolsonarismo, que representa um sistema racista, machista, misógino, LGBTQIAP+fóbico. Precisamos combater essas práticas de todas as formas”, disse.


O ANDES-SN tem se somado à luta pelo Fora Bolsonaro e às mobilizações em defesa da educação pública, dos serviços públicos e da democracia. A campanha Fora Bolsonaro reúne mais de 80 entidades, entre elas o ANDES-SN.


Carta em defesa do Estado Democrático de Direito No dia 11 de agosto também será lida a “Carta às brasileiras e aos brasileiros em defesa do Estado Democrático de Direito”. O documento em defesa da democracia e do sistema eleitoral foi elaborado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP) e divulgado no dia 25 de julho, com cerca de 3 mil assinaturas. Duas semanas depois, a Carta já contabiliza mais de 800 mil adesões, dentre as quais a do ANDES-SN. Confira aqui.


Fonte: ANDES-SN