ANDES-SN lança livro e cartilha no 10º Conad Extraordinário

O ANDES-SN lançou duas publicações, um livro e uma cartilha, durante o 10º Conad Extraordinário. Realizado virtualmente, nessa terça-feira (1), o evento deu posse à diretoria nacional que estará à frente da entidade durante o biênio 2020-2022.

Livro O livro "Universidade, Ciência e Classe numa era de crises" foi publicado pelo selo Outra Expressão, da editora Expressão Popular. A obra foi organizada por Eblin Farage e Osvaldo Coggiola, encarregada sindical e encarregado internacional, respectivamente, do Sindicato Nacional, na gestão 2018-2020.

Com 11 capítulos, a publicação resgata os debates realizados em abril de 2019, durante o Seminário Internacional do ANDES-SN "Universidade, ciência e classe numa era de crises". O evento contou com a participação de convidados nacionais e internacionais e teve como objetivo discutir os condicionantes estruturantes que, na conjuntura de crise internacional do capital, impactam na organização da universidade pública.

"A crise estrutural do capitalismo, que se agrega a uma crise sanitária mundial, tem exigido das entidades da classe trabalhadora um repensar de ações e o reafirmar do projeto classista que tenha como prioridade a vida e não o lucro. Por isso, o lançamento deste livro, resgatando os debates realizados ainda em 2019, é fundamental", apontam os organizadores, na apresentação da obra. Leia aqui em PDF ou aqui no Issuu.

Cartilha Também foi lançada a cartilha da Comissão da Verdade do ANDES-SN "Relatório Final da pesquisa: A Ditadura Empresarial - Militar nas Universidades Públicas Brasileiras". O material busca dar visibilidade às consequências do golpe empresarial-militar e desvela o quanto nos afetou este período de violência estatal, obscurantismo intelectual e de censura ao pensamento e à liberdade de expressão, em especial para docentes, discentes e técnicos(as) das universidades públicas.

"Esse é um trabalho mais do que necessário, pois o registro da memória sobre esse período ainda é um terreno em disputa, não precisamente delimitado. Os resgates históricos e documentais, as denúncias e os desvelamentos tornam-se uma obrigação para seguir enfrentando os segmentos do Estado que se opõem à abertura de todos os documentos da ditadura empresarial-militar brasileira e que almejam sustentar a ditatura como um período de pacífico e fulguroso desenvolvimento do país", aponta a Comissão da Verdade do ANDES-SN, na apresentação do material. Leia a cartilha aqui em PDF ou aqui no ISSUU.

A Comissão da Verdade do Sindicato Nacional foi instituída em 2013, com o objetivo de investigar e denunciar os fatos perpetrados contra docentes universitários durante a ditadura empresarial-militar que se estendeu entre os anos de 1964 a 1985.

Ao longo desses sete anos, realizou diversos seminários e publicou, também, o Caderno 27 "Luta Por Justiça e Resgate da Memória". Nele, estão contidos debates e relatos colhidos durante seminários realizados em diversos estados do país para esclarecer a sociedade sobre a verdade histórica desse período. Confira aqui o Caderno 27.


Fonte: ANDE-SN


Horário de funcionamento:
De segunda a sexta, das 9h às 17h.


Telefone: (31) 3551-5247
E-mail: secretaria@adufop.org.br

comunicacao@adufop.org.br

Endereço: R. Antônio José Ramos, 65 - Bauxita, Ouro Preto - MG, 35400-000, Brasil

  • Preto Ícone YouTube

Desenvolvido pela Assessoria de Comunicação ADUFOP | 2018