Assembleia Geral ADUFOP aprova paralisação em 2 de outubro

Na última terça-feira (17), docentes da UFOP se reuniram em Assembleia Geral ADUFOP para deliberação sobre a adesão à greve de 48 horas em outubro. A Assembleia, realizada no auditório do Departamento de Geologia (DEGEO), foi presidida pelo professor André Mayer, presidente da entidade. A quantidade de docentes que participaram foi bastante reduzida em relação aos últimos encontros e levando em consideração às ameaças que pairam sobre as instituições federais de ensino.


Apesar da importância da pauta, a quantidade de docentes que participaram da Assembleia foi bastante reduzida - Larissa Lana/ADUFOP

Guido de Mattos, assessor jurídico da entidade, fez esclarecimentos sobre alguns instrumentos normativos que afetam diretamente a categoria docente. A ADUFOP fez uma denúncia junto ao Ministério Público Federal em Viçosa contestando as ilegalidades contidas no Decreto nº 9725/19. O decreto extinguiu cargos em comissão e funções de confiança no âmbito do Poder Executivo Federal, sendo que na UFOP foram extintas 146 funções gratificadas de servidores, sendo que 12 docentes. Também comentou sobre o Decreto nº 9991/19 que regulamenta a concessão da licença para capacitação (leia a nota de esclarecimento no site da ADUFOP). Outro informe foi o término da Consulta Pública do “Future-se”. O assessor jurídico da entidade fez esclarecimentos sobre Portaria nº 424/19, que fala sobre o contingenciamento de 25% do orçamento em bolsas de estudo e auxílio a pesquisadores no âmbito do Ministério da Economia.


O professor André Mayer iniciou o debate com o indicativo do ANDES-SN de paralisação nos dias 2 e 3 de outubro. A diretoria da ADUFOP propôs adesão à paralisação no dia 2 de outubro (quarta-feira) com um debate aberto a toda comunidade na parte da manhã com a Reitoria da UFOP sobre os cortes e a situação orçamentária da universidade e na parte da tarde um ato público junto com o ASSUFOP, DCE e SINASEFE IFMG. Foram votadas e aprovadas três propostas: paralisação no dia 2 de outubro; mesa de debate onde possa discutir uma proposta de universidade; indicativo de greve por tempo indeterminado a ser discutido na próxima Assembleia Geral ADUFOP.


Após o debate entre os docentes, os encaminhamentos para a paralisação das atividades regulares de 2 de outubro foram:

09h - Debate com a Reitoria sobre os cortes e situação orçamentária da UFOP;

Horário do almoço - articulação de ato público e coletivo junto com ASSUFOP, DCE e SINASEFE IFMG;

14h - Debate sobre qual o Projeto de Universidade que Queremos (Queremos conduzida pelo Grupo de Trabalho Future-se com referência ao Caderno 2 do ANDES-SN);

17h - Assembleia Geral ADUFOP. Ponto de pauta único: Indicativo de Greve da categoria docente da UFOP por tempo indeterminado.



Horário de funcionamento:
De segunda a sexta, das 9h às 17h.


Telefone: (31) 3551-5247
E-mail: secretaria@adufop.org.br

comunicacao@adufop.org.br

Endereço: R. Antônio José Ramos, 65 - Bauxita, Ouro Preto - MG, 35400-000, Brasil

  • Preto Ícone YouTube

Desenvolvido pela Assessoria de Comunicação ADUFOP | 2018