top of page

Assembleia Geral ADUFOP discute renovação do contrato com a Unimed Inconfidentes

Em assembleia realizada ontem, dia 06 de novembro, na sede da ADUFOP, as/os docentes da UFOP discutiram sobre a renovação do contrato com a Unimed Inconfidentes. As e os docentes aprovaram a tabela por faixa etária.*


*Após debate, a base aprovou a tabela por faixa etária. No entanto, as negociações ainda não terminaram. O contrato coletivo é entre a ADUFOP, ASSUFOP e SINASEFE-IFMG e a Unimed Inconfidentes. O ASSUFOP realizou Assembleia Geral ontem (06) e aprovou o reajuste de 32% do valor per capita com alteração do percentual de coparticipação para 30%, e o SINASEFE-IFMG realizará sua Assembleia amanhã, dia 08. Após as Assembleias, a Comissão formada por membros da base e da Diretoria das três entidades vão se reunir para discutir quais rumos serão tomados.



Plano de saúde

O ponto de pauta Renovação do Plano de saúde foi iniciado por Joana Amaral, presidente da ADUFOP, que explicou que o processo de negociação está sendo realizado pela comissão formada por membros das bases e das Diretorias da ADUFOP, ASSUFOP e SINASEFE-IFMG, definidas em reuniões ou Assembleias das entidades. Desde então, muitas propostas e contrapropostas têm sido apresentadas e discutidas junto à UNIMED. Na Assembleia Geral da ADUFOP, realizada em 25 de outubro, as/os docentes aprovaram autorizar a Comissão a ampliar as possibilidades de negociação, mantendo propostas/contrapropostas no modelo per capita e por precificação por faixa etária.


As propostas finais apresentadas pela Unimed foram:

  • Reajuste de 32% (trinta e dois por cento) do valor per capita com alteração do percentual de coparticipação para 30% (trinta por cento) - para os agregados, o reajuste de 32% seria sobre a tabela já existente;

  • Tabela por faixa etária (incluindo agregados), sendo ela:

Condicionado a:

  1. A análise conjunta do desempenho dos contratos trimestralmente;

  2. Análise da necessidade de reajuste técnico e financeiro em razão da sinistralidade após 12 (doze) meses de contratação;

  3. Reavaliação das condições da contratação, incluindo o aumento do percentual de coparticipação, após 12 (doze) meses de contrato;

  4. Impacto do perfil de beneficiários e alteração do contingente ao longo do ano.


Informes e outros assuntos

Anelise Andrade, 1ª secretária da ADUFOP, informou que o ANDES-SN tem contribuído na efetivação da luta pelos direitos dos servidores com o Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe), Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas do Estado (Fonacate) e as Centrais Sindicais, participando das plenárias nacionais, como as realizadas nos dias: 08 de agosto, 16 de setembro e 07 de outubro, e nas manifestações e paralisações nacionais em Brasília e nos estados. Além disso, tem convocado a base para participar das reuniões do setor das federais, para debater a conjuntura e os diversos aspectos do processo de negociação com o governo. Destacou ainda que mesmo com nova reunião da Mesa Central Nacional de Negociação Permanente marcada para 16 de novembro, o Fonasefe, em sua última reunião, avaliou a importância de manter a mobilização.


Em Brasília, está sendo convocada para hoje (07), às 18h, uma Plenária Nacional Unificada dos Servidores Públicos, presencial em Brasília e Híbrida. Para participação remota, é só acessar o link: https://us06web.zoom.us/j/84376021685 . Também é possível acompanhar pelas redes do ANDES-SN. YouTube: https://bit.ly/3Svgp1k e Facebook: https://bit.ly/3MBsePJ .

Amanhã (08) pela manhã, está previsto pressão aos parlamentares na Câmara dos Deputados contra a PEC 32 e para que os/as servidores/as sejam incluídos no orçamento. Pela tarde, acontecerá um ato em frente ao Bloco K Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI).


Clarissa Rodrigues, 2ª vice-presidenta da Regional Leste e base da ADUFOP, informou que desde o início do ano, o ANDES-SN pediu abertura de uma mesa central, uma mesa setorial e uma mesa específica. Na mesa específica, o Sindicato Nacional colocou em discussão a carreira, que é uma luta histórica da entidade. Clarissa também comunicou que durante o último fim de semana (04 e 05 de novembro), houve reunião do GT Carreira e o GT tem uma proposta que será apresentada como resolução no 42º Congresso do ANDES-SN.


A ADUFOP, em sua última assembleia, realizada no dia 25/10, incluiu o tema na pauta e foi deliberado os seguintes encaminhamentos: carta à Reitoria, com mobilização nas unidades acadêmicas em relação à campanha salarial, moção de apoio à paralisação das/os técnicas/os-administrativas/os e convocatória a toda base da entidade para a jornada de luta em Brasília. A plenária deliberou em não aderir à paralisação devido ao baixo quórum de docentes da instituição na Assembleia Geral.


A Diretoria reforçou a convocação para o 98º Encontro da Regional Leste do ANDES-SN, nos dias 10 e 11 de novembro. O evento será sediado pela ADUFOP, em Ouro Preto. A programação conta com debates sobre conjuntura, carreira única, regimes de recuperação fiscal dos estados e a luta por uma universidade antirracista. Confira a programação completa.

Rodrigo Fernandes, vice-presidente da entidade, informou sobre o 5º Encontro Regional por um Novo Modelo de Mineração | 5ª Jornada Universitária de Debate na Mineração. A ADUFOP, compõe a Frente Mineira de Luta das Atingidas e dos Atingidos pela Mineração (FLAMa-MG) e Rodrigo reforçou o convite para os/as docentes participarem da atividade, que tem programação extensa até amanhã (08), no ICSA - UFOP, em Mariana - MG. Clique aqui para conferir a programação.




Comments


bottom of page