Conselho de Representantes aprova prestação de contas da ADUFOP

A ADUFOP realizou na última terça-feira (22), a Reunião do Conselho de Representantes. A pauta foi: apresentação de balancetes com a prestação de contas da ADUFOP; informes; panorama de lutas. A reunião foi presidida pela Professora Kathiuça Bertollo e secretariada pela Professora Joana Amaral, respectivamente presidente e 1ª secretária da ADUFOP.


Os representantes da CTC Contabilidade, Aline Teixeira de Toledo e Welington Luiz de Carvalho, apresentaram a demonstração sintética de movimentação financeira, os balancetes e o balanço patrimonial analítico, bem como, a conciliação de saldos, receitas, despesas e investimentos especificando os lançamentos. O Professor Rodrigo Ribeiro, tesoureiro da ADUFOP, esclareceu às/aos conselheiras/os sobre os auxílios financeiros para entidades sindicais, movimentos sociais e atos de maio de 2021 a março de 2022. Ele ressaltou a posição classista do sindicato e a referência à luta do conjunto da classe trabalhadora, explicando que para além das lutas específicas da categoria docente, as lutas e reivindicações de outras categorias de trabalhadoras/es e/ou movimentos sociais são muito importantes.


Após análise e esclarecidos os registros realizados pela entidade, as/os conselheiras/os aprovaram por unanimidade a prestação de contas apresentada. Toda a documentação contábil comprobatória está disponível na sede da ADUFOP e os balancetes estão disponíveis no site da entidade, na aba “Prestação de Contas”.


A Professora Kathiuça Bertollo, presidente da entidade, deu alguns informes sobre a Campanha ADUFOP 40 anos. A campanha está sendo pensada desde o início desta atual gestão, maio de 2021, e sendo construída mais fortemente a partir do aniversário de 39 anos da entidade, em novembro de 2021. Alguns pontos importantes da campanha são: a construção de um documentário sobre os 40 anos da ADUFOP, que está sendo estruturado em conjunto com o curso de Jornalismo da UFOP. A professora também indicou a produção de um Caderno de Textos -ADUFOP 40 anos que, em breve, será amplamente divulgado à base convocando a categoria para contribuições.


No bojo dos 40 anos da entidade, a ADUFOP irá realizar parte da comemoração dessa data na semana do dia Primeiro de Maio, Dia Internacional de luta das/os Trabalhadoras/es. Nessa data, algumas lembranças comemorativas à trajetória da entidade serão entregues aos e às sindicalizadas: uma bolsa feita pela Associação das Senhoras Artesãs (ASA) de Ouro Preto, doces tradicionais da cidade e a Cartilha das Indicações Culturais, com conteúdo de 2 anos dessa atividade. Outra ação que a entidade desenvolverá, é uma reforma na sede, cujo objetivo é torná-la um espaço à disposição para a realização de reuniões, palestras, cursos e demais atividades de luta. “Transformar a casa em um espaço vivo, um espaço a ser ocupado por nós docentes, um espaço ocupado pelos movimentos de luta”, pontuou a presidente Kathiuça Bertollo. Ela informou também que esse ponto será levado à Assembleia, para discussão entre todas/os. Todos esses pontos da Campanha ADUFOP 40 anos tem como intuito fazer um resgate histórico e político da entidade, explicitar o percurso de constituição e construção da seção até os dias atuais e lutas contemporâneas.


Também esteve em pauta o Panorama de Lutas dos Servidores Públicos Federais (SPFs). A professora Kathiuça resgatou que, antes da pandemia do coronavírus, em março de 2020, ela e o Professor André Mayer, respectivamente 1ª tesoureira e presidente da entidade, participaram de uma reunião dos setores do ANDES-SN, no qual já estava sendo debatida a construção de greve pelo reajuste salarial e demais questões. Devido à pandemia e outras lutas dos anos anteriores, esse ponto foi postergado.


Desde janeiro de 2022, os SPFs têm reivindicado do governo federal uma mesa de negociação para apresentar a pauta do reajuste salarial de 19,9%, visto que desde 2016 essa categoria passa por um arrocho salarial. Somente no dia 22 de março, vésperas da data proposta de greve pelo conjunto de entidades dos servidores públicos, o governo federal recebeu essas entidades. Desde o dia 23, portanto, a jornada de lutas têm se intensificado em várias entidades com paralisações, greves e outras atividades de mobilização.


Esse processo de mobilização foi debatido em reunião da Regional Leste do ANDES-SN em 18/03 e na reunião dos setores das IFES em 21/03. Esse mesmo movimento será discutido no Congresso do ANDES, entre os dias 27/03 a 01/04, que contará com delegação de professoras/es eleitos na última assembleia da ADUFOP.


Em âmbito local, a ADUFOP participará de reunião com ASSUFOP e DCE/UFOP nesta quinta-feira, dia 24/03, com o intuito de organizar as lutas do conjunto do movimento universitário nesta semana tão decisiva para os SPFs.