Docentes participam de Jornada de Lutas em Brasília, a partir desta segunda (4)


Desde o início da tarde desta segunda (04), docentes e representantes de demais categorias do funcionalismo federal protestam no aeroporto de Brasília (DF)

Teve início nessa segunda-feira (4) mais uma jornada de lutas em defesa da Educação Pública, dos demais serviços públicos e das servidoras e dos servidores federais. Docentes de todo o país estão em Brasília (DF) para pressionar parlamentares e chamar a atenção da sociedade para os desmontes promovidos pelo governo federal.


As e os manifestantes estão no Aeroporto Juscelino Kubistchek, na capital federal (DF), recepcionando senadores, senadoras, deputados e deputadas. Durante a semana, diversas atividades estão previstas na agenda da jornada de lutas (veja abaixo).


As professoras e os professores protestam contra os cortes e os desvios de recursos do Ministério da Educação (MEC), cobram a realização da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do MEC, a recomposição do orçamento da Pasta e o atendimento da pauta de reivindicações do Setor da Educação, protocolada no último dia 14 de junho. Além disso, cobram junto com demais categorias do funcionalismo federal, a recomposição salarial de 19,99%, a revogação da Emenda Constitucional (EC) 95 - que impôs o Teto dos Gastos - e o arquivamento da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32, da contrarreforma Administrativa.


Confira a agenda da Jornada de Lutas: Segunda - 04 de julho 13h em diante - Recepção de parlamentares no aeroporto em Brasília e pressão na saída dos estados;

Terça - 05 de julho 07h - Recepção de parlamentares no aeroporto em Brasília; 14h - Mobilização em frente ao Anexo II da Câmara;

Quarta - 06 de julho Manhã - Reunião com parlamentares sobre os orçamentos; 14h - Vigília em frente ao Anexo II da Câmara e visita aos gabinetes de parlamentares;

Quinta - 07 de julho 10h - Manifestação pela imediata abertura da CPI da Educação.


Fonte: ANDES-SN