Estudantes de Comunicação Social da Uesc bloqueiam rodovia contra a falta de técnicos


Na tarde de quarta-feira (4), estudantes do curso de Comunicação Social da Universidade Estadual De Santa Cruz (Uesc) bloquearam a BR-415, que liga as cidades de Ilhéus e Itabuna, no extremo sul da Bahia. O protesto é pela falta de técnicas e técnicos nos laboratórios do curso. Além da manifestação, também foi realizada uma reunião com a Reitoria para cobrar a contratação imediata de profissionais.


Desde o retorno das atividades presenciais, estudantes estão sem aulas práticas, devido à ausência da equipe técnica. O contrato com a empresa anterior chegou ao fim ainda durante o ensino remoto, mas até o momento nenhum acordo novo foi concluído e nenhuma previsão foi dada. A situação do curso de Comunicação Social da Uesc exemplifica apenas um dos muitos problemas que a comundidade universitária em todo o país tem encontrado na volta às aulas presenciais.


Segundo a Reitoria, a falta de técnicas e de técnicos se deve a um impedimento jurídico da Procuradoria Geral do Estado da Bahia (PGE), que identificou inconsistências na contratação da empresa. A universidade diz aguardar um retorno da PGE para dar procedimento à negociação. No entanto, também não sinalizou a realização de concurso público para ampliar o quadro técnico dos laboratórios do curso.


A mobilização das e dos estudantes continua nesta quinta-feira (5), com um ato marcado para esta tarde no Centro Estudantil Universitário (CEU) e na rodovia. As e os manifestantes reivindicam ainda a contratação de docentes e melhores condições estruturais dos laboratórios.


Fonte: Associação dos Docentes da Uesc (Adusc - Seção Sindical), com edição do ANDES-SN