Nota do ANDES-SN de repúdio à tentativa de privatização das UBS e desmonte do SUS

NOTA DA DIRETORIA DO ANDES-SN DE REPÚDIO À TENTATIVA DE PRIVATIZAÇÃO DAS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE E DE DESMONTE DO SUS


Em plena Pandemia da Covid-19, quando enfrentamos a maior crise sanitária em cem anos, o governo Bolsonaro publicou o Decreto nº 10.530, no dia 26 de outubro, que buscava transferir as Unidades Básicas de Saúde (UBS) do Sistema Único de Saúde (SUS) do Ministério da Saúde para o Ministério da Economia, visando a “elaboração de estudos de alternativas de parcerias com a iniciativa privada”, sob o discurso de "modernização" do sistema.


As Unidades Básicas de Saúde são a porta de entrada do SUS, com capacidade resolutiva que pode chegar a 85% dos agravos à saúde da população desde que haja investimentos públicos adequados, assim como é o espaço para a garantia da prevenção de doenças e promoção da saúde.


Leia a nota completa: