Plenária sobre Movimento Docente e Conjuntura abre os debates do 9º Conad extraordinário

A Plenária do Tema 1, Movimento Docente e Conjuntura, abriu os debates do 9º Conad Extraordinário do ANDES-SN discutiu, na tarde desta segunda-feira (28). Para iniciar as discussões, foram apresentados os cinco textos constantes no Caderno do Conad, enviados pela diretoria nacional, por seções sindicais e por docentes sindicalizados.


As análises da conjuntura internacional e nacional e da organização do movimento docente atualizaram as avaliações em relação ao 8º Conad extraordinário realizado, também pela internet, no final de julho. Em comum, a compreensão de que a crise do Capital e exploração dos trabalhadores, aprofundada pela crise sanitária provocada pelo novo coronavírus, foi intensificada nos últimos dois meses com mais ataques aos trabalhadores.


Foram destacados como exemplos a reforma administrativa, que desmonta o serviços públicos com grande impacto para a população brasileira, os cortes no orçamento previsto para 2021 em diversas áreas de política sociais, e também da adoção do Ensino Remoto Emergencial em muitas universidades federais e estaduais, institutos Federais e Cefet, que não garante a inclusão dos estudantes e está adoecendo os docentes e técnicos.


A luta contra a reforma administrativa, em unidade com diversos segmentos dos servidores das três esferas, foi apontada como um dos desafios centrais para este período. Além de dialogar com a categoria, e com toda a sociedade, sobre os impactos previstos na reforma, muitos apontaram a necessidade de combater e desconstruir o discurso, fortalecido pelos veículos de imprensa de massa, de que os servidores públicos são responsáveis pela crise do Estado brasileiro, recebem altos salários, têm regalias, entre outras mentiras e distorções. 


Diante desses desafios, foi ressaltada a importância do dia de luta nacional convocado para esta quarta-feira (30), com atos virtuais e presenciais, onde for possível. Também mencionada a necessidade de ampla articulação com outros movimentos e destacada participação ativa nos espaços que o Sindicato Nacional já compõem, como a CSP-Conlutas, o Fonasefe e o Fórum Sindical, Popular e de Juventudes pelos Direitos e Liberdades Democráticas.


Outros dois temas presentes em muitas avaliações foram o ataque à autonomia universitária, através da intervenção do governo Bolsonaro nos processos de escolha de reitores para as instituições federais, e o projeto do Future-se, que já tramita no Congresso Nacional.


De acordo com Guinter Leipnitz, diretor do ANDES-SN que presidiu a plenária, foi uma discussão de análise de conjuntura bastante rica, que apontou para muitos elementos, como, por exemplo, a pandemia da Covid 19 e seus impactos na vida da classe trabalhadora e os impactos na realidade de ensino, para a comunidade acadêmica, com imposição do ensino remoto.


“Os ataques que estão sendo deferidos pelo governo de extrema direita de Jair Bolsonaro, desde o início da pandemia e, agora, a intensificação com a proposta de reforma administrativa também pautaram o debate. Enfim, a necessidade da gente construir saídas de uma maneira unificada, num contexto que é bastante difícil e talvez inédito na história do país e dos sindicatos como um todo. É preciso unificar as forças em mobilização para esses enfrentamentos todos se colocam para todos e todas nós. Isso, ainda, em um cenário de disputa dentro do Sindicato, com a eleição da nova direção”, acrescentou Guinter.

Compuseram, também, a mesa da plenária, as diretoras Jacqueline Lima, Elizabeth Barbosa e o diretor Erlando Rêses.


9º Conad Extraordinário O 9º Conad Extraordinário do ANDES-SN teve início na manhã dessa segunda-feira (28) e termina na quarta-feira (30). Após a plenária do Tema 01, os participantes se dividirão em grupos de trabalho para debater as propostas de resoluções referentes aos planos de lutas dos setores do ANDES-SN e às questões organizativas e financeiras. Os GTs acontecem na noite dessa segunda e na manhã de terça. No período da tarde, serão retomadas as plenárias deliberativas.


O encontro tem como tema "A vida acima dos lucros: Em defesa das instituições de ensino, dos serviços públicos e da autonomia sindical!". Este é o segundo Conad extraordinário realizado pela internet, em decorrência da pandemia da Covid-19. O anterior ocorreu nos dias 30 e 31 de julho.

Até o momento, o 9º Conad Extraordinário do ANDES-SN conta com 67 delegados e delegadas e 124 observadores e observadoras, de 70 seções sindicais, 9 convidados e convidadas e 26 diretoras e diretores do Sindicato Nacional, totalizando 226 participantes.


Fonte: ANDES-SN

Horário de funcionamento:
De segunda a sexta, das 9h às 17h.


Telefone: (31) 3551-5247
E-mail: secretaria@adufop.org.br

comunicacao@adufop.org.br

Endereço: R. Antônio José Ramos, 65 - Bauxita, Ouro Preto - MG, 35400-000, Brasil

  • Preto Ícone YouTube

Desenvolvido pela Assessoria de Comunicação ADUFOP | 2018