top of page

Reitor da Uespi recebe docentes em greve

Categoria está paralisada há duas semanas por reajuste salarial e derrubada de projeto que ataca pesquisa e extensão na universidade


Na manhã dessa segunda-feira, 15/01, uma comissão de professores e estudantes em greve se reuniu com a Administração Superior da Universidade Estadual do Piauí (Uespi). No encontro foram debatidas a reposição das perdas inflacionárias nos salários da categoria e a autonomia universitária, atacada pelo Projeto de Lei Complementar (PLC) 09/2023. Também foi discutida a implementação do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração do Magistério Superior da Uespi.



Na reunião, os e as docentes apresentaram as seguintes reivindicações:- Que a Administração Superior efetivamente reconheça e não crie embaraços para o exercício do pleno direito de greve dos/as professores/as efetivos/as e temporários/as;- Que a Administração Superior atue, pelos meios possíveis, para que seja marcada audiência com o governador;- Que a Administração Superior afirme o compromisso com as condições de trabalho e a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão e com o cumprimento do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração do Magistério Superior da Universidade Estadual do Piauí;- Que diante de qualquer demanda relacionada ao PCCS/Uespi, a Administração Superior assegure ampla transparência nas informações e processo de discussão na universidade.


A categoria docente avaliou a reunião de forma positiva.  "Nós fomos recebidos nessa segunda de manhã pela reitoria da Uespi. Apresentamos os dois pontos de pauta da nossa greve e o reitor se comprometeu, em primeiro lugar, a tentar intervir para agilizar uma audiência com o governador para que possamos tratar tanto sobre a pauta salarial quanto sobre o PL 09/2023. E, ainda, sobre esse segundo ponto o reitor se comprometeu também a socializar qualquer informação que chegue, via governo do estado até à reitoria, conosco da Adcesp SSind e do Comando de greve, para que a gente possa voltar a conversar. Então, a greve continua. Rafael, a culpa é sua!", disse Gisvaldo Oliveira da Silva, 3º tesoureiro do ANDES-SN e docente da Uespi.


Agenda

Nesta semana, estão previstas, ainda, várias atividades. Nessa terça (16), o conjunto dos sindicatos de servidoras e servidores públicos estaduais se reúne para traçar estratégias para o evento de instalação da “Mesa Permanente de Diálogo”. O encontro com o governo deve ocorrer na quinta-feira (18), na Secretaria de Administração.


Na sexta-feira (19), a categoria docente da Uespi realizará nova assembleia para avaliar a Mesa de Diálogo e as próximas atividades do movimento grevista.


Fonte: texto e foto Adcesp SSind., com edição do ANDES-SN

Comments


bottom of page