Reitora da UFOP toma posse em Brasília para segundo mandato

Claudia Marliére comenta os desafios que as universidades federais enfrentam


A professora Cláudia Aparecida Marliére de Lima foi empossada na tarde desta quinta (25), nas dependências do Ministério da Educação em Brasília, para o seu segundo mandato como reitora da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). A cerimônia em que Cláudia foi empossada pelo ministro da Educação, Milton Ribeiro, teve a presença de autoridades e de outros reitores que também tomaram posse na solenidade, como o da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e o do Instituto Federal do Ceará (IFCE). Ao comentar a recondução, a reitora manifestou sua preocupação diante dos desafios que as Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes) terão este ano: "Acredito que o maior desafio desta gestão que se inicia é a questão orçamentárias das Ifes, com a previsão de um corte de R$1,4 bilhões. Isso não afeta só a UFOP, mas todas as Ifes brasileiras e causa impacto no ensino, na pesquisa e na extensão. Inclusive, isso afetará com grande profundidade as pesquisas e ações de combate à Covid-19, por falta de orçamento. Nesse sentido, acredito que no ano de 2021 nós teremos desafios imensos, não só em relação ao orçamento, mas às ações que são advindas desse aporte e que afetam, além das universidades públicas brasileiras, toda a sociedade". Já a solenidade de posse da professora Cláudia e do vice Hermínio Nalini em Ouro Preto está marcada para as 16h do dia 11 de março, em cerimônia on-line. O link será disponibilizado no dia do evento. A chapa composta por Cláudia Marliére e Hermínio Nalini foi vencedora na pesquisa paritária realizada no ano passado. O resultado foi referendado pelo Conselho Universitário, que a colocou no primeiro lugar da lista tríplice enviada ao Ministério da Educação. A portaria de recondução da reitora foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) dia 18 de fevereiro.


Fonte: ACI UFOP