Sem moradia, famílias ocupam área abandonada em Volta Redonda (RJ)


Foto: Luta Popular.

Cerca de 70 famílias ocuparam no último sábado (3), com o apoio do Movimento Luta Popular, uma área abandonada na cidade de Volta Redonda, no Rio de Janeiro. A ação fez parte do dia de luta pelo "Fora Bolsonaro e Mourão".


Volta Redonda é conhecida como a “Cidade do Aço” por conta do impacto da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) na dinâmica do município que, apesar de pequeno, conta com uma população de quase 300 mil pessoas. As e os operários da CSN vêm sentindo uma queda brutal na sua qualidade de vida e, por isso, integram as dezenas de famílias que constituem a ocupação “Reflexo do Amanhã”.


Além disso, as famílias se somam à indignação de milhões de brasileiras e brasileiros com o descaso dos governos com a pandemia da Covid-19, com a falta de moradia e condições dignas para o povo pobre da periferia e, ainda, com as denúncias de corrupção do atual governo federal na compra de vacinas e de outros esquemas.


As famílias afirmam que, caso as forças policiais sejam acionadas, elas pretendem resistir, por não terem, neste momento, opção de moradia. O movimento social Luta Popular, assim como o ANDES-SN, é filiado à CSP-Conlutas.


Fonte: ANDES-SN Com informações da CSP-Conlutas e Movimento Luta Popular.