Servidoras e servidores públicos retomam Jornada de Lutas em agosto


Docentes, em unidade com demais categorias do serviço público federal, retomam a jornada de lutas em Brasília (DF) no início de agosto, para dar continuidade à mobilização em defesa da democracia, dos serviços públicos, da educação pública e contra os ataques desferidos pelo governo federal.


Por meio da Circular nº 270/2022, o ANDES-SN convocou as seções sindicais a participarem da “Jornada de Lutas do Fonasefe: Em defesa da Democracia e Serviços Públicos”. As seções têm até às 12h de sexta-feira (29) para indicar os nomes e os contatos das e dos seus representantes, por meio do formulário (acesse aqui).


Durante toda a semana, as servidoras e os servidores públicos participarão de uma agenda de mobilizações que inclui a recepção de parlamentares no Aeroporto Internacional de Brasília, atos em defesa das eleições e contra a violência política no Senado Federal e, também, em defesa do Serviço Público e da Democracia no Congresso Nacional. Estão previstas, ainda, manifestações em frente ao Ministério da Economia e Superior Tribunal Federal (STF).


“A Jornada de Lutas é fundamental para dar continuidade ao processo de organização das servidoras e dos servidores públicos na denúncia dos cortes orçamentários, da destruição dos serviços públicos e alertando sobre a possibilidade de colocarem a qualquer momento a PEC 32 [contrarreforma Administrativa] em votação. Outra questão importante colocada nessa jornada é a defesa da democracia. Lutaremos para que seja garantido esse processo eleitoral que irá acontecer esse ano, considerando as ameaças colocadas pelo próprio presidente Jair Bolsonaro nas últimas semanas, questionando esse processo. Nesse sentido é fundamental a mobilização em Brasília, em unidade com as demais categorias dos serviços públicos, e dialogando com parlamentares. Acreditamos que a derrota desse governo se dará nas ruas e nas urnas”, disse Francielie Rebelatto, 2ª secretária do ANDES-SN, que reforça que as próximas semanas serão decisivas no Congresso Nacional.


Luta e resistência O ANDES-SN tem participado nos últimos anos da construção da luta e resistência das servidoras e dos servidores públicos frente aos ataques desferidos pelo governo federal. Ano passado, junto com outras categorias do serviço público, docentes das seções sindicais e da diretoria nacional do ANDES-SN realizaram por mais de três meses protestos permanentes no aeroporto da capital federal e no Anexo 2 da Câmara dos Deputados contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32/20, da contrarreforma Administrativa.


Mais recente, realizou atos com o objetivo de pressionar parlamentares e chamar a atenção da sociedade para os cortes e os desvios de recursos do Ministério da Educação (MEC), para a necessidade da realização da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do MEC e em luta por recomposição do orçamento da Pasta. Também alertaram sobre os perigos do PL 5594/20 e cobraram o imediato atendimento da pauta de reivindicações do Setor da Educação, protocolada em 14 de junho.

Além disso, as e os docentes seguem reivindicando também a recomposição salarial de 19,99%, a revogação da Emenda Constitucional (EC) 95 - que impôs o Teto dos Gastos - e o arquivamento da PEC 32.


Confira abaixo a agenda da Jornada de Lutas Segunda-feira (01/08) 17h - Mobilização no Aeroporto - recepção de parlamentares


Terça-feira (02/08) 7h – Mobilização no Aeroporto - recepção de parlamentares 10h - Ato em defesa das eleições e contra a violência política no Auditório 7 do Senado Federal 14h - Concentração no Espaço do Servidor, marcha na Esplanada e ato no Ministério da Economia (Bloco P)


Quarta-feira (03/08) 10h - Ato em defesa do Serviço Público e da Democracia no Congresso Nacional 14h - Ato em frente ao STF