top of page

Sindicatos e Unimed fecham reajuste de 10% no valor do plano de saúde

A ADUFOP, junto ao ASSUFOP e ao SINASEFE IFMG, estiveram em processo de negociação com a operadora UNIMED Inconfidentes desde o final do mês de setembro. Neste ano, como em anos anteriores, representantes dos sindicatos fizeram estudos acerca de dados e índices disponibilizados pela operadora, além de uma pesquisa com os sindicalizados das entidades que possuem o plano de saúde. A UNIMED partiu de uma proposta de aplicação de reajuste contratual de 39% e as entidades, em negociação na manhã de hoje, 24 de outubro, conseguiram acordar reajuste de 10%.


O percentual inicial apresentado pela UNIMED Inconfidentes foi de 39% e, embora dentro do contrato, foi imediatamente refutado pelas entidades por concluírem como abusivo e incompatível com o cenário econômico e político atual, que se agrava a cada ano uma vez que os servidores públicos acumulam perdas salariais há oito anos consecutivos. Considerando a ausência de reajuste dos salários e da tabela de auxílio saúde dos servidores, foi sinalizada uma contraproposta de 0%. A UNIMED não acatou a proposta. Assim, as entidades apresentaram nova proposta de 4%, refletindo uma reposição mínima que não afetasse de forma comprometedora a administração dos contratos, uma vez que a sinistralidade no acumulado do último ano foi mais elevada que o habitual.


A operadora apresentou então a proposta de reajuste de 25%, que novamente foi recusado pelos sindicatos. A partir de estudos e reuniões, as três entidades construíram uma contraproposta de 6%. AUNIMED apresentou então a contraproposta de reajuste de 15%. A partir disso, as entidades propuseram reajuste de 8% - considerando a sinistralidade e em torno de 1% acima da estimativa inflacionária para o ano de 2022. Após consulta à Diretoria Executiva, a nova contraproposta de 10% foi colocada pela UNIMED e aceita pela comissão de diretores dos três sindicatos responsáveis por conduzir as negociações.


A diretoria da ADUFOP, juntamente às diretorias das demais entidades, empenharam-se, mais uma vez, profundamente nesse processo de negociação. Diante da proposta inicialmente apresentada, este foi o resultado positivo possível. Reafirmamos nosso compromisso de campanha, de lutar contra os abusos no convênio do plano de saúde e de estarmos em defesa das políticas públicas da saúde e do SUS, conquistas históricas da classe trabalhadora brasileira.


Entenda como funciona a renovação do contrato:

O contrato coletivo das entidades (ADUFOP, ASSUFOP e SINASEFE IFMG) com a UNIMED é renovado todo ano e sofre um reajuste anual conforme autorização da Agência Nacional de Saúde (ANS). Em 2012, o Índice de Reajuste Anual do contrato passou a constituir-se da soma do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), acrescido do Índice de Reajuste na taxa de sinistralidade medida pela UNIMED. A sinistralidade equivale à contabilização da utilização do plano pelos usuários, compondo a relação entre custos (sinistro) e lucro da seguradora. Esse total é calculado e, depois, representado por um percentual. A sinistralidade é, portanto, o resultado imediato da utilização dos planos de saúde.



Comments


bottom of page