Assembleia reforça posição do ANDES-SN de votar em Lula para derrotar Bolsonaro nas ruas e nas urnas

Em assembleia realizada nesta quinta-feira, 20 de outubro, no auditório do DEGEO, docentes da UFOP aprovaram por unanimidade a delegação da entidade para o 14º Conad Extraordinário e debateram em relação a permanência ou desfiliação do ANDES-SN na CSP Conlutas, questão que será o tema do evento. Além disso, foi reafirmada a posição do ANDES-SN, na qual conclama professores e professoras a "votar em Lula para derrotar Bolsonaro nas ruas e nas urnas!". A Assembleia teve transmissão ao vivo no local de trabalho - ICEA, campus João Monlevade, conforme previsão estatutária do ANDES-SN.


Abrindo a assembleia, a diretoria da entidade, fez alguns informes: sobre a atuação da ADUFOP na Frente Mineira de Luta das Atingidas e dos Atingidos pela Mineração (FLAMA) reforçando o chamado para que as/os docentes se somem às lutas; o lançamento do ‘documentário ADUFOP 40 anos’ nas três cidades em que a ADUFOP possui base de atuação e que para os que não puderam acompanhar nos dias de exibição, a produção está disponível no Youtube; a organização do ‘Caderno de Textos ADUFOP 40 anos’, com previsão de lançamento para 4 de novembro; a confraternização da ADUFOP com data prevista para 2 de dezembro, e que em breve serão divulgadas maiores informações; a reforma da sede para melhor atender às demandas dos sindicalizados e das lutas.


Também foi mencionado sobre os atos realizados pela ADUFOP e pelo movimento estudantil, em 18 de outubro, na última terça-feira, em Ouro Preto e Mariana. Em Ouro Preto, a manifestação com microfone aberto foi em frente ao Restaurante Universitário, Campus Morro do Cruzeiro, às 12h. Já em Mariana, a concentração iniciou às 16h no estacionamento do ICSA e, às 17h, saíram em passeata rumo ao ICHS.

Os/as docentes foram informados sobre o Recadastramento na plataforma Sou Gov. Os/as docentes ativos e aposentados/as beneficiários do plano de saúde que ainda não fizeram o recadastramento do ressarcimento pela plataforma Sou Gov devem realizá-lo até 31 de outubro, impreterivelmente. Caso tenham dúvidas, devem entrar em contato com a ADUFOP através do e-mail planodesaude@adufop.org.br


Kathiuça Bertollo, presidente da ADUFOP, reafirmou a posição do ANDES-SN, divulgada em nota, em 5 de outubro, na qual conclama professores e professoras a "votar em Lula para derrotar Bolsonaro nas ruas e nas urnas!". O documento destaca que o conjunto da obra de Bolsonaro-Mourão à frente da Presidência é dos mais nefastos da história do país: constantes ataques à educação pública, à ciência, ao conhecimento e às liberdades democráticas; degradação das condições de vida da classe trabalhadora; incentivo à destruição dos biomas brasileiros, especialmente da floresta amazônica e seus povos; ataques machistas, racistas, xenofóbicos, capacitistas e LGBTQIAP+fóbicos; pauperização e fome da população, com 33 milhões de pessoas sem ter o que comer; além das 686 mil mortes por Covid-19. Além disso, a diretoria do Sindicato Nacional afirmou que se posiciona pelo voto em Luiz Inácio Lula da Silva no dia 30 de outubro, pois entende que o contexto eleitoral impactará nas condições de luta e de existência dos Sindicatos. A nota conclui reafirmando a defesa da autonomia e da independência do Sindicato Nacional frente a partidos e afirma que a entidade e sua base permanecerão em luta, defendendo as pautas da categoria docente e da classe trabalhadora. Nesse sentido, foi reafirmada a posição assumida pela ADUFOP de “derrotar Bolsonaro nas urnas e nas ruas”, ressaltando que a entidade está presente por meio dos/das sindicalizados/as nesse frente de atuação nas cidades da região.


14º Conad Extraordinário

A assembleia aprovou por unanimidade os seguintes nomes para compor a delegação da ADUFOP no 14º Conad Extraordinário: delegada Kathiuça Bertollo, observador/suplente de delegado: André Mayer. O tema central é “CSP- Conlutas: balanço sobre atuação nos últimos dez anos, sua relevância na luta de classes e a permanência ou desfiliação da Central”. O Conad será realizado nos dias 12 e 13 de novembro, na Universidade de Brasília (UnB), em Brasília (DF).


CSP-Conlutas

Além da deliberação da delegação da entidade para o próximo Conad Extraordinário, a Assembleia também debateu sobre a posição da ADUFOP em relação à permanência ou desfiliação do Sindicato Nacional à CSP Conlutas.


A mesa relembrou que foi realizado, em 11 de outubro, um debate que contou com a participação do Professor Milton Pinheiro, atual vice-presidente do ANDES-SN sobre a conjuntura política, a posição do ANDES-SN na eleição presidencial; os cortes na educação e a necessidade de luta; reflexões sobre a organização político-sindical do ANDES-SN: avaliação sobre a CSP Conlutas.


Sobre a questão da CSP-Conlutas, a mesa informou que a Diretoria Nacional apresentará sua posição no Caderno de Textos do 14º Conad Extraordinário. No documento constará um balanço histórico do projeto da CSP-Conlutas, no qual apresenta diversos equívocos na condução da Central Sindical, dentre os quais: a forma de representação e organização da central pela força hegemônica da central, erros políticos, como a conduta da central diante do impeachment da Presidente Dilma Rousseff, com a adesão ao “Fora Dilma, Fora todos” e a posição internacional que a central assume em relação à Cuba, Venezuela e à guerra entre Ucrânia e Rússia também foram apresentados pela Diretoria da ADUFOP. Leia a matéria sobre o debate realizado pela entidade com o Milton Pinheiro, atual vice-presidente do ANDES-SN.

Confira algumas fotos: