top of page

Diretoria do ANDES-SN divulga nota sobre processo eleitoral do Sindicato


A diretoria do ANDES-SN divulgou, nesta quarta-feira (26), nota sobre o processo eleitoral do Sindicato Nacional. O documento resgata a tradição histórica e política da entidade e suas instâncias deliberativas, bem como o processo de escolha dos membros que compõem a Comissão Eleitoral Central (CEC) e aprovação do Regimento Eleitoral.


A CEC é composta por: um(a) representante e respectivo(a)s suplentes da diretoria, um(a) representante e respectivo(a)s suplentes de cada chapa inscrita e posteriormente homologada e, membros indicado(a)s pela plenária do Congresso, em proporção às chapas inscritas. Assim, nesse processo eleitoral, são cinco docentes eleito(a)s em plenária e seus(suas) suplentes também eleito(a)s.


“Independente da chapa, o respeito ao Regimento Eleitoral, ao resultado e à história desse sindicato é fundamental. Nosso sindicato já sofreu um duro golpe, quando então setores que não aceitavam a natureza democrática, construíram o Proifes, dividindo a categoria e contribuindo para o avanço da precarização das condições de trabalho. Expor, com inverdades, a CEC e não respeitar o Regimento Eleitoral apenas enfraquece a história desse sindicato. A deslegitimação da CEC – e o questionamento de sua composição, sem que isso tenha sido levado à base de nosso sindicato – não nos parece razoável, não é democrático e deslegitima nossa instância máxima”, destaca a nota.


A diretoria conclui conclamando as chapas a respeitarem as decisões congressuais. “Desejamos sair fortalecido(a)s para, nas ruas e nas redes, além de derrotar o bolsonarismo, pressionar o governo federal, e os governos estaduais e municipais para atender nossas reivindicações, assim como reforçar a luta por salário, condições de trabalho e educação pública de qualidade”, conclui.



Fonte: ANDES-SN

Comments


bottom of page