Docentes terão agenda de mobilização em defesa da autonomia universitária e contra R. Administrativa

Diante dos incessantes ataques dos governos federal e estaduais às universidades, institutos federais, cefets e aos serviços e servidores públicos, docentes de todo o país se somam a uma agenda repleta de atividades de mobilizações que irão acontecer ainda na primeira quinzena de dezembro.

No sábado (5), às 14 horas, o ANDES-SN e seções sindicais participam da 3ª Plenária Nacional dos Servidores Públicos e Trabalhadores das Estatais. O encontro irá debater a luta unificada dos servidores públicos - federais, estaduais e municipais - e trabalhadores das estatais contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32/2020, da Reforma Administrativa, contra as privatizações de empresas estatais e em defesa do auxílio emergencial de R$ 600. Além disso, os participantes organizarão as ações do Dia Nacional de Luta contra Reforma Administrativa, previsto para 10 de dezembro.

Já na terça-feira (8), a partir das 18h30, será realizada uma plenária em defesa da democracia e autonomia nas Instituições Federais de Ensino Superior, com presença de reitores eleitos não empossados, parlamentares, representantes de entidades sindicais, movimentos sociais, da comunidade acadêmica e sociedade geral. A atividade será realizada na sede da Associação dos Docentes da Universidade de Brasília (Adunb - Seção Sindical do ANDES-SN) e transmitida pelos canais e redes sociais do ANDES-SN, da Adunb SSind. e demais entidades presentes.

No dia seguinte (9), diretores do ANDES-SN participarão, junto com representantes de outras entidades, de uma audiência pública no Congresso Nacional, a partir das 9h. A atividade, organizada por diversas frentes parlamentares, irá tratar das intervenções do presidente Jair Bolsonaro na nomeação de reitores das Instituições Federais de Ensino e sobre a Reforma Administrativa. A audiência contará com número limitado de presentes, devido às condições impostas pela pandemia da Covid-19, e será transmitida pela TV Câmara, pelo canal no Youtube e pelas redes digitais das entidades presentes. No mesmo dia, às 15h, acontecerá uma audiência com os reitores não empossados, no Ministério da Educação (MEC).

E, na quinta-feira (10), atos presenciais - respeitando as medidas de segurança sanitária impostas - e atividades virtuais por todo o país irão marcar o Dia Nacional de Luta contra a reforma Administrativa. Em Brasília (DF), está prevista uma carreata saindo do Palácio do Buriti, sede do governo distrital, em direção ao Congresso Nacional, a partir das 8h.

Para Rivânia Moura, presidente do ANDES-SN, é de extrema importância a mobilização do Sindicato Nacional contra essas pautas, no mês de dezembro, em unidade com diversas entidades e centrais sindicais, movimentos sociais e sociedade em geral.

"O ANDES-SN tem se empenhado na mobilização contra essas pautas urgentes e prioritárias que são as intervenções nas instituições e a Reforma Administrativa. A primeira é um processo sério de ataque à autonomia e à democracia nas instituições federais de ensino. Essas intervenções vêm acompanhadas de processos muito graves de perseguições políticas a professores, processos administrativos e até criminais contra estudantes, técnicos e professores”, declara a presidente do Sindicato Nacional.

Rivânia Moura destaca que os ataques fazem parte da política do governo do Bolsonaro, que tenta silenciar as vozes que são contrárias a esse governo. “Já a reforma Administrativa representa uma destruição muito severa, agressiva e rápida dos serviços públicos e trará consequências para o conjunto da classe trabalhadora e para a população, que precisa do atendimento no âmbito do poder público", ressalta.

Agenda de luta Confira a agenda completa de luta organizada pelo Fonasefe e entidades do setor da Educação. As atividades presenciais terão participação limitada e observarão todas as medidas impostas de prevenção à Covid-19.

Dia 08/12 8h30 – Reunião do Fonasefe

16h – Reunião das Entidades da Educação. Local: Auditório da Adunb SSind.

18h30 – Ato Nacional em Defesa da Democracia e da Autonomia das Instituições Federais de Ensino e Pesquisa


Dia 09/12 9h – Atividade no Congresso Nacional

14h – Ida ao Ministério da Educação


Dia 10/12 8h - Ato Nacional em Brasília


Fonte: ANDES-SN