Frente UFOP-IFMG realizou Ato Políico Cultural contra a Reforma da Previdência no Dia do Trabalhador

A Frente UFOP-IFMG composta pela ADUFOP, ASSUFOP e SINASEFE IFMG realizou ontem (01) um Ato Político Cultural na Praça Tiradentes, em Ouro Preto, para comemorar o Dia do Trabalhador e lutar contra a Reforma da Previdência. A manifestação foi pacífica.


O evento teve início às 15h com a Banda Villodum. Durante os intervalos da banda, representantes das entidades organizadoras e de outros movimentos sociais fizeram pequenos discursos. Os pontos mais criticados foram os cortes na educação e a proposta de Reforma da Previdência.


O evento terminou com show da Banda Sativa Sonitus. Durante a apresentação, os músicos recitaram poemas de luta e resistência.


Também foram promovidos atos unificados em diversas cidades do país. A principal reivindicação foi a Reforma da Previdência do governo Bolsonaro. Se o Congresso Nacional aprovar o texto da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 06/2019 milhares de trabalhadores e trabalhadoras não vão conseguir se aposentar e muitos se aposentarão com benefícios de menos de um salário mínimo. E os que já estão aposentados terão o valor dos benefícios achatados. A Frente UFOP-IFMG já realizou debates e panfletagens para esclarecer a população sobre a proposta de contrarreforma.




Dia do Trabalhador foi marcado por atos contra a Reforma da Previdência em várias cidades do país. Em Ouro Preto, o Ato Políico Cultural, organizado pela Frente UFOP-IFMG, foi realizado na Praça Tiradentes - foto: Larissa Lana/ADUFOP