Homens armados vandalizam faixa com “Fora Bolsonaro” na Uefs


Na noite desta segunda-feira (10), segundo informações de vigilantes que estavam de plantão na Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), na Bahia, homens armados cortaram e retiraram parcialmente a faixa “Fora Bolsonaro” colocada pela Associação de Docentes da Uefs (Adufs SSind do ANDES-SN) no pórtico da universidade.


Em uma ação violenta e antidemocrática, a faixa foi rasgada e os responsáveis fugiram do local antes da interferência dos vigilantes, que notificaram a ação à Administração Central. A Reitoria se comprometeu a tomar providências imediatas.


De acordo com nota divulgada pela Adufs SSind, essa não foi a primeira tentativa de intimidação à livre expressão de nossa manifestação. “Esta é uma prática de adeptos a este governo fascista que viola os direitos democráticos pelo uso da violência e por meio de ações que tentam inviabilizar a tomada de decisões de sujeitos, individualmente e na coletividade”, afirmou a Adufs SSind.


Na segunda (10), pela manhã, um vereador do MDB esteve na porta da Uefs, protestando contra a permanência da faixa na entrada da instituição pública. Na sexta (7), outras duas mulheres ligadas à movimentos conservadores da cidade ambém gravaram vídeo reclamando da faixa da Adufs SSind. Em entrevista ao Jornal Band FM, o reitor da universidade, Evandro do Nascimento Silva, rebateu as críticas e explicou que "o manifesto tem caráter meramente sindical, o que é lícito".


Para a seção sindical do ANDES-SN na Uefs, o ataque não representa um retrocesso. “Pelo contrário, tal atitude apenas reforça que estamos do lado certo da história e que a saída deste governo é urgente pela sobrevivência da classe trabalhadora. Medidas judiciais serão tomadas, bem como, seguiremos mobilizados, firmes, para derrotar o bolsonarismo nas ruas e nas urnas”, ressalta em nota.


Fonte: ANDES-SN Com informações da Adufs-BA SSind e agências de notícias locais. Imagem de capa: Uefs/Divulgação