top of page

Nota de esclarecimento da ADUFOP

A direção da ADUFOP foi convidada pela Chefia de Gabinete da Reitoria para comparecimento em duas reuniões ontem (19 de fevereiro de 2020), na sede da Pró-Reitoria de Administração.


A pauta das referidas reuniões eram: proposta de minuta de licença-capacitação prevista no artigo 87 da Lei 8.112/90 (3 meses a cada cinco anos de exercício) e “análise” dos encaminhamentos em razão do Ofício do Ministério da Educação (MEC) que “orienta” os dirigentes das instituições federais de ensino a se atentar com os gastos com pessoal da ativa e inativos. No caso da UFOP, inclusive, a proposta da Reitoria é ainda mais restritiva do que a do MEC relativamente à licença-capacitação.


A ADUFOP, por meio de dois ofícios (disponíveis no final da matéria), reiterou o posicionamento já expresso por diversas vezes: não concordância com as medidas do Governo Bolsonaro e com a aplicação destas em qualquer medida no âmbito da UFOP.


A ADUFOP entende que a mera construção de oposição em reuniões de gabinete não surtirá efeito algum. Permanecemos abertos ao diálogo e na ação de mobilizar a base.


Mesmo após a Reitoria da UFOP publicar nota de esclarecimento sobre Ofício Circular do MEC (clique aqui), a ADUFOP espera que a Reitoria acorde de seu marasmo amedrontado e faça como outras instituições de ensino já fizeram: repúdio total à suspensão e/ou congelamento de direitos da categoria docente adquiridos com muita luta


A ADUFOP deixa como sugestão para a Reitoria que na primeira semana do semestre letivo, considerando uma maior participação, realize uma exposição para toda comunidade acadêmica sobre a real situação da universidade.


Até o fechamento da matéria (19/02), essas são algumas universidades que já emitiram nota sobre os últimos posicionamentos do MEC:




Ofícios:







Comments


bottom of page